Advogada de Rozalba fala sobre exame de sanidade mental no IGP de Brusque

22/10/20 às 16h16
Atualizado em 22/10/20 às 16h16

 Foi realizado na manhã desta quinta-feira (22), em Brusque o exame da sanidade mental de Rozalba Maria Grime. Ela é acusada de matar Flávia Godinho e com estilete retirar a criança do seu ventre. O fato aconteceu na cidade de Canelinha, no dia 27 de agosto. O exame aconteceu no Instituto Geral de Perícia (IGP). Inicialmente marcado para as 9h30, acabou acontecendo por volta das 10h30. A Rádio Cidade esteve no local e conversou com a advogada de Rozalba, Bruna dos Anjos. Ela explicou que o exame é linear para que a defesa consiga elucidar a sanidade mental da Rozalba. “O exame será importante para sabermos se no momento do crime ela tinha discernimento do que estava fazendo. Este resultado é imprescindível para o caminho, o percurso dessa ação penal”, armou ela. Conforme Bruna o laudo do exame deve sair em 10 dias. “O perito que realizou o exame é especializado em psiquiatria, este prazo pode se dilatar em razão da complexidade”, disse a advogada. Questionada sobre o
contato que teve com Rozalba, Bruna armou ter sido supercial. “Estarei com ela em outro momento, no primeiro encontro em razão da debilidade, da fragilidade que a ré se encontrava, foi supercial”, relatou Bruna. Conforme a advogada, Rozalba esta presa no Presídio Feminino de Itajaí, que funciona dentro do Complexo de Segurança do bairro Canhanduba.

Fonte: Rádio Cidade de Brusque