Arteris Litoral Sul realiza operação especial no feriado de 12 de outubro

08/10/18 às 18h18
Atualizado em 08/10/18 às 18h31

Foto: Divulgação

 A Arteris Litoral Sul realiza entre os dias 11 e 14 de outubro a Operação Especial Nossa Senhora Aparecida. Na saída para o feriado, o movimento nas rodovias BR-116/Contorno Leste, BR-376/PR e BR-101/SC, entre Curitiba e Florianópolis, deve se concentrar das 16h às 22h de quinta-feira (11/10) e das 8h às 19h de sexta (12/10). Já no retorno, a expectativa é de movimento intenso no domingo (14/10) das 10h00 às 22h00.

O volume médio diário de veículos nas praças chega a 35 mil veículos e para este feriado o volume de tráfego esperado pode chegar a 93% maior em comparação com dias normais. Por este motivo, a concessionária não irá realizar obras programadas durante este período, mas os condutores devem redobrar a atenção ao transitarem nos locais próximos das entradas dos municípios litorâneos e nos trechos de Curitiba, Joinville e Florianópolis – locais com maior concentração de tráfego. Nessas regiões, é importante manter a distância de segurança do veículo à frente – cerca de 30 metros – fundamental para prevenção de acidentes.

Os condutores podem acompanhar as condições de tráfego pelo twitter @arteris_als, telefone 0800 725 1771 ou utilizando o Waze. O aplicativo é integrado ao sistema inteligente de monitoramento da concessionária e dessa forma todas as ocorrências em atendimento são reportadas automaticamente aos usuários do aplicativo. Do mesmo modo, os alertas criados peloswazers são visualizados pela concessionária, agilizando o atendimento.

Operação das Rodovias com Sistema Inteligente de Transporte

A operação especial de feriado será coordenada pelo Centro de Controle Operacional (CCO) da concessionária em Joinville-SC. O CCO é interligado a 187 câmeras, 14 painéis de mensagem eletrônico e possui interface com Waze, além de integração com o atendimento via 0800. A partir das informações do monitoramento e da inspeção com viaturas 24h, a concessionária realiza o acionamento de guinchos e ambulâncias alocados em 10 bases operacionais para atendimento nas rodovias.