Cia Circo-Íris lança o projeto Pequeno Circo de Variedades em Canelinha

02/03/18 às 19h19
Atualizado em 02/03/18 às 19h15

Eevento Circo na Rua ocorre nos dias 27, 28 e 29 de março, com espetáculos, roda de conversa, malabares, acrobacias, cinema e palhaçaria em ações gratuitas e abertas à toda comunidade

 

De 27 a 29 de março, a Cia Circo-Íris lança o Projeto Pequeno Circo de Variedades, com o evento Circo na Rua, e traz atrações circenses para Canelinha. No dia 27, Dia Nacional do Circo, haverá um Cortejo de Abertura, às 9h, com início em frente ao Centro Recreativo Galeão com chegada na Praça Prefeito Bertoldo Manoel Cirilo (praça da igreja matriz). Em seguida, às 9h45min, será realizada a apresentação do espetáculo Cabaré da Costa: Um Mar de Possibilidades, com a participação da Cia Circo-Íris (Canelinha), Circo Pirata Show (Balneário Camboriú) e RestaNóis Cia Livre de Teatro (Camboriú).

No dia 28, às 15h, haverá treino circense ao ar livre, com malabares, acrobacias, equilíbrio e palhaçaria; às 16h30min, acontece o lançamento oficial do projeto e às 17h, haverá roda de conversa com o tema O Lugar da Arte e a Arte do lugar: Arte de Rua em Santa Catarina, na praça da igreja matriz. No mesmo dia, às 19h30, ocorrerá a exibição do filme Circo é...Circo, direção de Daniela Cucchiarelli, no Auditório da Secretaria de Educação.

Para fechar a programação, no dia 29, às 16h, ocorrerá a apresentação do espetáculo La Conquista, da Cia DaleCirco (de Florianópolis), na praça da igreja matriz.

O Pequeno Circo de Variedades é um projeto premiado pelo Edital Elisabete Anderle/2017 e conta com apoio do Estado de Santa Catarina, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Fundação Catarinense de Cultura e FUNCULTURAL.

Segundo a produtora cultural da Circo-íris, Rafaela Kinas, o projeto irá proporcionar a população do Vale do Rio Tijucas o acesso a bens culturais, formando público, auxiliando na profissionalização de artistas locais e construindo um espaço para a arte como alternativa de lazer e de trabalho. "Compreendemos o nosso desenvolvimento associado ao desenvolvimento do local no qual estamos inseridos, como moradores, artistas e como cidadãos empenhados em proporcionar qualidade de vida e desenvolvimento sensível a nossa comunidade, por isso, escolhemos revelar para a população a rotina de treino técnico, usando as praças como espaço de ensaio e compartilhando um calendário de atividades extras ao processo de montagem do espetáculo. Mas, sobretudo, desejamos aproximar as pessoas da produção de arte local e gerar, tanto no público quanto em nós como artistas, o sentimento de pertencimento e representatividade", explica.

O artista, integrante da Circo-Íris, Luca Tuã, comenta que os ingressos para as atividades que serão realizadas ao longo do ano serão 'ao chapéu'. "Contribui quem pode com o quanto que acha que vale, é uma maneira de proporcionar acesso gratuito a quem não pode pagar e também de provocar que cada um valorize de acordo com seu orçamento e sua impressão o trabalho dos artistas envolvidos", afirma.

PEQUENO CIRCO DE VARIEDADES

Projeto idealizado pela Cia Circo-Íris, por meio de sua representante Rafaela Kinas. Em 2017, a Cia recebeu o Prêmio do Edital Elisabete Anderle de Estímulo às Artes e à Cultura do Estado de Santa Catarina para a montagem de um espetáculo circense de rua, com ênfase na comicidade. "A ideia de possuir no repertório da Cia Circo-Íris um Pequeno Circo de Variedades nos acompanha no formato de work in progress desde o início da companhia. Após dois anos de pesquisa, de busca por uma comicidade genuína da dupla de palhaços Grapixo e Pixincha e de encontros com o público em escolas, praças e ruas, nos sentimos prontos para mobilizar uma rede de profissionais dispostas a realizarem conosco um processo de montagem para trazer à luz esse Pequeno Circo", comenta Rafaela. O processo de montagem do espetáculo Pequeno Circo de Variedades inclui ações durante todo o ano de 2018, como o evento Circo na Rua, como o objetivo de fomentar a cultura, a arte circense e de rua no Vale do Rio Tijucas. Segundo Rafaela é uma forma de promover também o acesso às artes para a comunidade e a profissionalização de artistas por meio de oficinas e apresentações. A estreia do espetáculo Pequeno Circo de Variedades está prevista para o mês de novembro deste ano, com apresentações nas cidades de Canelinha, Nova Trento, São João Batista e Tijucas.

 

CIA CIRCO-ÍRIS

Os artistas Luca Tuã e Rafaela Kinas são os fundadores da companhia circense, que tem sede em Canelinha desde 2016. Conheça a dupla pelo site www.ciacircoiris.com.br.

 

SERVIÇO

Circo na Rua, lançamento do Projeto Pequeno Circo de Variedades, da Cia Circo-Íris 27 de março: às 9h, Cortejo de Abertura - saída em frente ao Centro Recreativo Galeão. Às 9h45min, apresentação do Cabaré da Costa: Um Mar de Possibilidades, na praça da igreja matriz.

 

28 de março: às 15h, treino circense ao ar livre, na praça da igreja matriz. Às 16h30min, lançamento oficial do projeto, às 17h, roda de conversa com o tema O Lugar da Arte e a Arte do lugar: Arte de Rua em Santa Catarina, na praça da igreja matriz. Às 19h30, a exibição do filme Circo é...Circo, no Auditório da Secretaria de Educação.

 

29 de março: às 16h, apresentação do espetáculo La Conquista, da Cia DaleCirco (de Florianópolis) na praça da igreja matriz. Ingressos: Em todas as atividades haverá um chapéu para contribuição espontânea e consciente. Aberto a toda comunidade. Classificação etária livre.

 

Release: Nane Pereira - www.nanepereira.com


GALERIA DE FOTOS