Defesa Civil de Tijucas monitora a cidade

11/01/18 às 12h12
Atualizado em 11/01/18 às 19h41

 Em virtude do estado de alerta emitido pela Defesa Civil de Santa Catarina e diante das ocorrências registradas na região nas últimas horas devido às fortes chuvas, a Defesa Civil de Tijucas segue em estado de atenção e monitorando toda a cidade.

De acordo com Adriana Porto Faria, da Defesa Civil de Tijucas, alguns pontos ficaram alagados durante a última madrugada por conta do alto volume de chuvas. “Foi muita chuva em pouco tempo e com isso alguns locais ficam com o sistema sobrecarregado, dificultando o escoamento das águas. O nível do rio, no entanto, não apresenta motivos para preocupação neste momento”, diz.

O Corpo de Bombeiros Militar de Tijucas também está monitorando as chuvas e segundo relatório emitido pelo bombeiro militar Luiz Carlos Veronezi, que é coordenador de Defesa Civil e Comunicação Social dos Bombeiros de Tijucas, nas últimas 24 horas a cidade registrou o volume de 90mm de chuvas, sendo que 64mm foram somente nas últimas 12 horas.

Ainda de acordo com o relatório, o nível do rio Tijucas encontra-se subindo, estando neste momento em 2,15 metros acima do nível normal. Por volta das 02h30 desta manhã, uma família com 06 pessoas precisou ser retirada de sua residência por conta de alagamentos nas ruas centrais da cidade e bairro Praça. O Sargento Urbano juntamente com sua equipe, e de forma rápida e eficiente, fez a retirada desta família e as alojou nas dependências do quartel dos bombeiros.

Ainda não há necessidade de acionamento de abrigos, porém, tanto a Defesa Civil municipal como a Secretaria de Ação Social estão de prontidão, caso seja necessário acionar o plano de emergência. O corpo de Bombeiros segue com o monitoramento das previsões pluviométricas e fluviométricas, bem como vistorias em áreas de risco de enchentes e deslizamentos.

Alagamentos em cidades da região
Muitas cidades estão enfrentando sérios problemas por conta das chuvas das últimas 12 horas. Porto Belo já está com famílias desabrigadas e as ruas ficaram bastante alagadas. Em Florianópolis o volume acumulado foi de 243 mm e em Itapema foi de 145mm. Em Balneário Camboriú o índice foi de 113 mm e Tijucas teve 60mm. De acordo com a Defesa Civil, a situação começa a ficar preocupante em casos de volumes acumulados acima dos 100mm.

Qualquer alteração no quadro será informado pela prefeitura. Em casos de emergência, a comunidade deve acionar o Corpo de Bombeiros pelo número 193 ou a Defesa Civil Municipal pelo telefone (48) (48) 3263-8159.

 

Texto: Karina Peixoto Silva | Imagem: Divulgação