Entrevista com Fernanda Melo, pré-candidata à Prefeitura de Tijucas

07/08/20 às 18h18
Atualizado em 07/08/20 às 18h36

O Portal Galera Mix está realizando uma série de entrevistas com os possíveis candidatos a prefeito de Tijucas nas eleições 2020.

A sexta entrevista é com Fernanda Melo Bayer, pré-candidata à Prefeitura de Tijucas. Seu partido é o MDB, Movimento Democrático Brasileiro.

 

 

Quem é a pré-candidata Fernanda Melo Bayer?

R: Fernanda Melo Bayer, é mulher! Mãe, esposa, filha e neta. Procuro ser justa, e não tenho receio de defender o que acredita. Está disposta a defender os interesses de Tijucas e da população. Defender as minorias, trazer qualidade de vida para as pessoas.
Fernanda: “Não tem medo de briga.”

 

O que motivou a senhora a ser pré-candidata à prefeitura de Tijucas?

R: Mudar o mundo. O envolvimento com a política é o único meio de transformação da sociedade. Existe uma lacuna entre as decisões politicas e o anseio da sociedade. Tijucas não tem um executivo atuante junto à população. Não é simplesmente ocupar a cadeira é levar a cadeira para ocupar os espaços da cidade.
A maior motivação é colocar em prática uma gestão participativa, assertiva e efetiva com a elaboração de projetos para captação de recursos na esfera federal e a implementação de grandes obras de infraestrutura pública.

 

Na sua avaliação, quais os atributos que um bom prefeito deve ter?

R: Os principais atributos de um bom Prefeito: SABER ADMINISTRAR – SER FRANCO – TER VISÃO – MUITA CORAGEM PARA IMPLEMENTAR AS POLITICAS PÚBLICAS.
Agir com transparência, zelo e cuidado com o dinheiro público, pois o Prefeito cuida do dinheiro do POVO e tem obrigação de prestar contas. Os recursos são pagos pela população de uma forma ou de outra, e devem retornar ao povo.
Honestidade, Transparência e respeito acima de tudo com a parte principal de uma sociedade, a população. O nosso maior bem é o povo.

 

Quais as suas principais sugestões para a cidade, como pré-candidata a prefeita?

R: A prioridade para nosso município hoje é sem dúvida nossa Saúde. Está sucateada, estamos no fundo do poço. É triste a realidade que vivenciamos com essa pandemia, a população está desacreditada, e é por isso que devemos fazer ajustes na saúde aprimorando e investido com inteligência.
Primeira prioridade deve ser um pronto atendimento com qualidade, na sequencia retorno da maternidade, nem que seja em regime de consorcio com outros municípios vizinhos.
É preciso expertise na equipe dos secretários pois temos 4 anos para transformar a cidade. Não se pode delegar essa função aos amigos de campanha, devemos primar pela técnica em cada pasta que deve conter planejamentos estratégicos, com metas à pequeno e longo prazo.
Precisamos de uma reforma administrativa urgente, para excluir cargos sem utilidade e criar funções importantíssimas na gestão pública atual. Há muito a fazer, na Educação, Obras, Comércio e em todas as esferas de nossa cidade.
Temos e podemos contar com pessoas chaves nessa transformação que possam transformar anseios em resultados em prol da população.