Governo de Santa Catarina deve endurecer medidas de saúde nos próximos dias

13/07/20 às 10h10
Atualizado em 13/07/20 às 10h46

O fim de semana foi marcado por constantes reuniões por vídeo-conferência entre o secretário da Saúde, André Mota Ribeiro, e secretários municipais para avaliação do cenário do coronavírus. A situação se agravou com o aumento do número de contaminados e de mortos em várias regiões de Santa Catarina.

Há tendência clara de endurecimento das medidas restritivas. E são aquelas regiões do Estado que registram elevação da taxa de ocupação da rede hospitalar e do número de contaminados.

De acordo com o secretário da Comunicação, Gonzalo Pereira, a avaliação da conjuntura sobre a saúde pública está sendo permanente entre as autoridades estaduais e municipais. Nesta segunda-feira (13) poderá haver alguma definição do governador Carlos Moisés da Silva, a partir dos novos dados dos prefeitos.

Na área da saúde, segundo técnicos que analisam os dados, o endurecimento será inevitável, pois ocorrem abusos em vários municípios

No entanto, há outro fato que está sendo muito criticado: a posição da Federação Catarinense de Futebol, considerada irresponsável na rodada do fim de semana, que acabou cancelada.

Os protocolos rigorosos impostos pelo governo para liberação dos jogos não foram cumpridos, como ficou claro na identificação de vários atletas contaminados com o coronavírus.