Menina de 6 anos tem pescoço cortado por linha de pipa com cerol em Tijucas

13/07/19 às 12h12
Atualizado em 13/07/19 às 18h27

 Moradores da localidade da Praça, em Tijucas, estão consternados com uma situação preocupante que se alastra há bastante tempo: as linhas de pipa com cerol.

Nesta semana, uma menina de apenas seis anos teve seu pescoço cortado por uma dessas linhas enquanto andava de bicicleta pela Rua São José, no referido bairro. A criança felizmente sobreviveu, porém precisou ser conduzida às pressas ao hospital, onde recebeu diversos pontos.

Os pais da garota optaram por não registrar um boletim de ocorrência após constatarem que a família do menino que estava soltando a pipa no momento do acidente é carente e depende de doações para sobreviver, porém fica aqui o alerta para que as famílias se conscientizem e não permitam que seus filhos utilizem o cerol.

"Imagina se é uma pessoa de moto ou um adulto mesmo que anda de bicicleta mais rápido? Eu ando na Rua Capitão Amorim e São José e essa realidade é muito perigosa", desabafou uma moradora.

O que é o cerol?

"Cerol é uma mistura criminosa de cola de madeira com vidro moído que as crianças passam na linha dos papagaios e pipas para cortar a linha das pipas de outras crianças. Esta mistura de cola e vidro moído faz com que a linha se torne uma verdadeira navalha causadora de muitos acidentes fatais. São utilizados também variações de pó cortante, o mais comum é o pó de ferro. O pó de ferro tem um agravante, pode conduzir eletricidade quando toca nos fios de alta tensão provocando choques elétricos provocando até morte em quem solta as pipas."

Informações e Fotos; Jornal Razão