Menina de 7 anos morre afogada em piscina de hotel

17/07/17 às 08h08
Atualizado em 17/07/17 às 14h15

 Rachel Rodrigues Novaes Soares, de apenas 7 anos, faleceu na tarde deste domingo (16), em Balneário Camboriú. A garota teve seu cabelo preso no ralo da piscina do Hotel San Felice, que fica situado na rua 1922. Um guarda-vidas civil que estava de folga passou pelo local no momento do acidente e foi o primeiro a tentar socorrer a menina, mas nem mesmo as equipes do Corpo de Bombeiros e SAMU foram capazes de reanima-la.

Os esforços duraram pelo menos uma hora. Segundo o Tenente Walter Mendonça Pereira Neto, dos Bombeiros de BC, a ocorrência foi registrada por volta das 15h30. Ainda de acordo com ele, Rachel participava de uma excursão com a sua mãe e outras pessoas de sua cidade natal, Guarujá, em São Paulo.

O corpo da menina foi liberado por volta da 1h desta segunda-feira (17). Segundo os bombeiros, a vítima teve seu cabelo preso no ralo da piscina porque o hotel conseguiu o alvará de uso antes da implantação da lei estadual 16.768, de 24 de novembro de 2015, que determina que todas as piscinas residenciais ou coletivas no Estado de Santa Catarina precisam apresentar um sistema antissucção, "contendo ralo antiaprisionamento ou tampas de tamanho não bloqueável nos ralos de sucção". Esse sistema ainda não é instalado na piscina do Hotel San Felice.

Clic RBS