Moradora de São João Batista quer ajuda para reencontrar seu pai depois de 27 anos

01/06/20 às 15h15
Atualizado em 02/06/20 às 11h32

Imagem: Divulgação

Ana Paula Ribeiro da Silva, 32 anos de idade, moradora de São João Batista, é casada e tem três filhos. Ela tem um sonho, conhecer seu pai, que a cerca de 27 anos não o vê pessoalmente.

Ana nasceu no município de Serra Talhada, no estado de Pernambuco. Ainda bebê, aos quatro meses de vida, seus pais mudaram-se para São Paulo, e quando tinha aproximadamente um ano e meio de idade, sua família se mudou novamente, desta vez para a cidade de Camboriú, em Santa Catarina. Quatro anos depois, seu pai, José Izídio da Silva Neto, se separou de sua mãe, retornando para Pernambuco. Não tendo mais nem um tipo de contato com ele.

Fazia publicações em redes sociais, na tentativa de obter alguma informação ou que alguma pessoa a auxiliasse a encontrá-lo.
Chegou até mesmo a pedir ajuda para artistas pelas redes, mas nunca obteve nem uma resposta.

A cerca de dois anos, uma mulher leu uma de suas postagens no Instagram, e indicou o contato de um policial que faz trabalho comunitário de procurar pessoas desaparecidas na região onde seu pai mora. Por meio dele, ela descobriu que seu pai está vivo, casou-se novamente, e ela gostaria muito de vêlo pessoalmente.

Para ajudar na renda da família, a moça vende cocada no semáforo, seu esposo trabalhava em uma empresa de calçados, mas com a crise do Corona Virus ele acabou sendo demitido do trabalho.

Quando melhorar um pouco essa crise, ela gostaria de uma ajuda para compra de passagens para ela e seus filhos irem visitar seu pai.