No dia nacional do fusca, apaixonado por carros antigos abre o coração

20/01/21 às 19h19
Atualizado em 20/01/21 às 21h05

Fotos: Arquivo pessoal /Divulgação

Ele parou de ser produzido em 2003, mais continua sendo o automóvel mais vendido no mundo. Sabe de que carro nós estamos falando, do fusca. E para comemorar o dia nacional desse carro tão popular e tão amado, conversamos com Rafael Roncalio, mecânico automotivo e integrante do Grupo Facefuky de Tijucas.

A paixão de Rafael por carros antigos iniciou ainda criança, no início da década de 90, quando seu pai, que também era mecânico, recebia na oficina, Chevette, fusca, brasília, entre outros. Ele observava as caracteristicas e designe desses carros. O tempo foi passando, ele torno-se adolescente, e aos 14 anos, também começou a trabalhar como mecânico.

No ano de 2012, juntamente com outros apaixonados por fusca e carros antigos, formaram na cidade de Tijucas, o Grupo Facefuky, que organiza e participa de encontros de carros antigos em várias cidades de Santa Catarina, e até mesmo em outros estados.
Rafael é proprietário de uma Variant turbo 1974,
apelido dada de carro Rocket BLUE.

A pandemia atrapalhou a realização de eventos, mais agora com a vacina chegando, a espectativa de em breve poder participar de encontros é grande.