Operação em Tijucas, Porto Belo e Barra Velha prende quadrilha que roubava cargas

11/05/20 às 18h18
Atualizado em 11/05/20 às 19h

Foto: Polícia Civil/Divulgação

 Uma operação de combate ao roubo de cargas foi realizada pela Polícia Civil nesta segunda-feira (11). Equipes da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), cumpriram mandados de busca e apreensão e de prisões temporárias em Barra Velha, Tijucas e Porto Belo. No Paraná, houve ações em Araucária, Curitiba e Pinhais. Ao todos foram cumpridos cinco mandados de prisão temporária e sete mandados de busca e apreensão. Dentre os presos está o homem apontado como líder de uma quadrilha interestadual, assim como o responsável pelo desligamento do sistema de rastreamento. Na tarde do dia 23 de agosto de 2019, na cidade de Água Doce, o motorista que transportava uma carga de chocolates, que saiu da Argentina com destino a Minas Gerais, foi abordado por criminosos que utilizavam um caminhão pertencente ao bando.


Na ação o motorista foi surpreendido pelos assaltantes durante uma parada, e mantido refém dentro da cabine do caminhão. Sob ameaça mediante a utilização de arma de fogo, foi mantido em cárcere privado por um período em um matagal em uma cidade próxima a Água Doce, sendo o tempo todo vigiado por um dos assaltantes, e posteriormente colocado em um veículo também pertencente ao bando e circularam por longo período. Enquanto isso, outros criminosos subtraíam o caminhão com a carga de onze toneladas e meia de chocolate, avaliada em cerca de R$ 900 mil, e após o transbordo foi levado até o Paraná, onde foi libertado já na madrugada, assim como abandonaram o caminhão subtraído. Após tomar conhecimento do roubo, policiais da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas da DEIC iniciaram a investigação visando esclarecer a circunstâncias e identificar a autoria do crime, e mediante a troca de informações com a Polícia Rodoviária Federal, foi possível identificar os veículos utilizados no crime, assim como os integrantes do bando.


No curso das investigações, um veículo de passeio utilizado no crime foi apreendido na cidade de Mafra, eis que era produto de apropriação indébita. Um dos integrantes do bando, responsável pela interrupção do sistema de rastreamento das empresas de transporte, também foi preso no litoral paranaense durante a prática de um roubo de carga de salmão ocorrido na cidade de Navegantes no dia 20 de outubro de 2019. De acordo com o delegado Osnei Valdir de Oliveira, o homem apontado como líder do bando, já foi preso pelo envolvimento em roubo de cargas no Rio Grande do Sul, e possui uma empresa do ramo de transportes. Apurou-se que os integrantes do bando realizavam o monitoramento das cargas desde o Rio Grande do Sul, e praticavam o roubo em áreas onde há menor fiscalização nas rodovias.


Na operação deflagrada na manhã desta segunda-feira (11), que contou com o apoio da Polícia Civil do Paraná, por meio da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas e Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos de Curitiba, assim como as Delegacias da DEIC e DPCO de Barra Velha, foram cumpridos mandados de busca e apreensão de prisões temporárias em Santa Catarina e Paraná, resultando na apreensão de objetos relacionados ao crime investigado, assim como o caminhão utilizado para a prática do crime de roubo.