Pintor de Tijucas fica paraplégico após grave acidente e pede ajuda para adquirir cadeira de rodas

31/10/18 às 20h20
Atualizado em 31/10/18 às 20h53

 Um grave acidente de trânsito, ocorrido no dia 8 de setembro, mudou completamente a vida do pintor Marlon Rodrigues, 27 anos, que ficou paraplégico. Ele conduzia uma motocicleta Honda/Biz pela Avenida Carlos Humberto Ternes (P2), no Bairro Joaia, em Tijucas, quando perdeu o controle da direção ao passar por uma lombada, e, daquele momento em diante, diz não lembrar de mais nada.

Marlon perdeu a consciência e foi socorrido com a cabeça submersa, em uma vala às margens da via, por um funcionário de uma revendedora de veículos das proximidades. Ao acordar, já não sentia mais as pernas.

Em observação no Hospital São José, em Tijucas, até o dia seguinte, o pintor foi transferido para o Hospital Regional, em São José, onde os médicos constataram um trauma gravíssimo na coluna que rompeu a vértebra e atingiu a medula. Não há previsão para que ele recupere os movimentos.

Atualmente, Marlon passa por sessões de fisioterapia duas vezes por semana e acredita que necessitaria de um tratamento mais contínuo para poder se recuperar. Sem poder trabalhar, ele mora com o pai e depende dele para arcar com as despesas médicas.

Nesta quarta-feira (31), no Facebook, o pintor fez um apelo para a aquisição de uma cadeira de rodas adequada e sob medida.

Quem puder colaborar, basta entrar em contato pelo telefone (48) 99167-7176.

 

 

Fotos: Arquivo Pessoal - Informações: Vipsocial