Porto Belo define contrapartida pela passagem da adutora que levará água de Tijucas até Bombinhas

03/03/18 às 11h11
Atualizado em 03/03/18 às 19h17

A Prefeitura de Porto Belo, juntamente do Município de Bombinhas e a empresa Águas de Bombinhas por meio da Aegea Engenharia e Comércio LTDA realizaram nesta sexta-feira (02) a assinatura do termo de compromisso que estabelece a nova contrapartida que Porto Belo receberá pela passagem da adutora que transporta água do Rio Tijucas a Bombinhas. A nova contrapartida ocorreu após o prefeito de Porto Belo, Emerson Stein, ouvindo e atendendo a população, modificou o trajeto por onde passariam os canos e assim, desconsiderou a revitalização da Praia do Centro através da construção de um deck na orla.

Pela passagem da adutora por Porto Belo, o Município receberá o valor estimado de R$1.022.905,33, que será utilizado para revitalização de diferentes pontos da Praia do Centro (onde melhorias são necessárias) e a construção de seis salas de aula para a Rede Municipal de Ensino.

O prefeito Emerson Stein agradeceu Bombinhas por atender a solicitação de Porto Belo em relação a contrapartida e também na modificação do projeto. "Esta obra representa muito, também ao Município de Porto Belo, que hoje precisa ceder água a Bombinhas. O auxílio ao abastecimento do Município vizinho acaba prejudicando Porto Belo, principalmente na temporada de verão, quando ambos recebem milhares de visitantes"- explica.

A prefeita de Bombinhas Ana Paula da Silva, a Paulinha, destaca que não havia pela legalidade a exigência de ofertar uma contrapartida aos Município parceiros, mas, reconhecendo os desgastes e momentos de transtornos, a gestão entendeu a necessidade de uma compensação, para que a população se sentisse amparada.

Em relação a revitalização da Praia do Centro, em Porto Belo, será revitalizado o passeio do final da Rua Milton José Serpa até a Rua João Benedito Guerreiro, incluindo a ponte e a servidão de acesso à praia da rua São Luiz. Também será construída uma passarela sobre o Rio da Vina, na praia, para facilitar a passagem da população.

Em relação às salas de aula, serão construídas por projeto modular metálico, na quantidade de três módulos que totalizam seis salas de aula, a serem instaladas no Núcleo de Desenvolvimento Infantil Lauro Prado, NDI Professora Estela Machado dos Santos e NDI Primeiros Passos, aumentando assim o número de vagas em creches do Município.