STF derruba disque-denúncia contra professores de deputada catarinense

09/02/19 às 23h23
Atualizado em 10/02/19 às 00h05

Foto: Arquivo Pessoal

 Polêmico desde antes das eleições, o canal de denúncias contra professores proposto pela deputada estadual Ana Caroline Campagnolo (PSL) foi proibido novamente. Dessa vez, a decisão veio do ministro do Supremo Tribunal Superior (STF), Edson Fachin, a decisão foi consolidada na sexta-feira (08).
Fachin derrubou a decisão da desembargadora Maria Santa Rita, do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), que tinha voltado a autorizar o disque denúncias da deputada. A decisão de Fachin atendeu a um recurso do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). A deputada entende que o canal serviria para que alunos gravem e denunciem professores que manifestem opiniões ideológicas dentro das salas de aula. A deputada luta contra o que chama de doutrinação nas escolas.

Fonte: Visor Notícias