Suspeito de decapitar e queimar mulher é morto em confronto com a PM

10/01/19 às 19h19
Atualizado em 10/01/19 às 20h

 Um homem suspeito de ter matado a facadas uma mulher no último dia 02 de janeiro a mando de líderes do PGC- Primeiro Grupo Catarinense, foi morto em confronto com policiais na cidade de Balneário Piçarras na noite desta quarta-feira (09).

Segundo investigações, ele teria cortado o pescoço da mulher, ateado fogo nela, e expulsado a família da moça da casa onde ela morava.

Quando a PM encontrou o assassino na noite de quarta, ele estava portando um revólver calibre 38 e teria tentado atirar contra os agentes, a arma, que tinha problemas, não disparou. Ele acabou morto pela PM.

Com o criminoso, foram encontrados dois rádios comunicadores, pedras de crack e material contendo anotações do tráfico de drogas, além de maconha.

O corpo foi recolhido pelo IML e os materiais foram apreendidos e levados à delegacia de Balneário Piçarras.

Fonte: Visor Notícias