Balneário Camboriú busca licença para obra de reforço ao alargamento na Praia Central

12/02/24 às 20h20
Atualizado em 26/02/24 às 14h41
Visualizações: 37

Foto: Prefeitura de Balneário Camboriú

A prefeitura de Balneário Camboriú submeteu um pedido de licenciamento ambiental ao Instituto do Meio Ambiente (IMA) para iniciar uma obra de contenção na Barra Sul da Praia Central. O projeto envolve a instalação de tubos geotêxteis preenchidos com areia no fundo do mar, atuando como barreiras físicas para redirecionar as correntes marítimas. Com um investimento de R$ 3,5 milhões, a obra tem como objetivo combater a erosão que ameaça a região, mesmo após o alargamento da faixa de areia. A informação é da colunista Dagmara Spautz, do NSC Total.

O pedido de licenciamento enfrenta um desafio adicional, conforme o IMA solicitou que o processo seja realizado de forma independente da autorização previamente concedida em 2021 para o alargamento da praia. Enquanto a licença ambiental é aguardada, a prefeitura busca alternativas junto à Caruso para prevenir a erosão sem necessitar de novas intervenções na Barra Sul. O engenheiro Rubens Spernau, à frente das obras de alargamento, destaca a possibilidade de redirecionar as correntes marítimas como solução, mas ponderando os efeitos que tal medida poderia ter em outros pontos da praia.

A Barra Sul, identificada como a área mais vulnerável ao avanço do mar, foi impactada pela erosão, perdendo cerca de 70 metros de orla. Esse fenômeno era antecipado nos estudos sobre as correntes marítimas realizados pela empresa dinamarquesa DHI, que embasaram o projeto de alargamento da praia. Consequentemente, durante a obra de engordamento, o trecho recebeu uma quantidade maior de areia, já considerando a possibilidade de necessidade de reforços futuros.

Apesar dos desafios pontuais enfrentados na Barra Sul, o projeto de alargamento da Praia Central é celebrado como um sucesso pela administração municipal. A iniciativa estimulou uma tendência de revitalização das praias ao longo da costa brasileira.

Fonte: Visor Notícias

Getsites