Caravelas-portuguesas são vistas em dois pontos diferentes na orla da praia de Itapema

10/02/24 às 17h17
Atualizado em 04/03/24 às 08h42
Visualizações: 340

Caravelas-portuguesas encontradas no Estreito e na Meia Praia. (Fotos: Ricardo André Brandão

Caravelas-portuguesas foram vistas na areia da orla de Itapema, na manhã deste sábado (10). Os animais foram flagrados em dois pontos diferentes, uma na Meia Praia e outra no trecho da praia do Estreito, área que fica entre a Meia Praia e a Praia do Centro. A presença desses animais liga um alerta para os banhistas, devido ao perigo apresentado pelas toxinas liberadas em caso de contato físico.

Os tentáculos das caravelas-portuguesas podem crescer até 50 metros, embora a média seja de aproximadamente 10 metros. As caravelas não atacam humanos com os tentáculos, mas em caso de contato físico, as toxinas causam queimaduras que podem ser até de terceiro grau. Em casos extremamente raros, a exposição à toxina tem o potencial de levar à morte.
Diante do perigo, especialistas oferecem recomendações específicas para o tratamento de queimaduras causadas por essas caravelas. Deve-se evitar o uso de água doce no ferimento, pois isso pode intensificar a ação do veneno. Em vez disso, a remoção cuidadosa dos tentáculos, o uso de soro fisiológico, ácido acético (vinagre) ou álcool isopropílico a 70% para tirar o efeito do veneno e compressas frias são as medidas recomendadas para alívio da dor.
Para aqueles que não têm acesso imediato a estes tratamentos, lavar a área com água do mar pode ser uma alternativa provisória, mas nunca com água doce. Em casos de sintomas mais graves, a orientação é procurar assistência médica.

Fonte: Visor Notícias

Getsites