Empresário é encontrado morto com tiro na cabeça e cidade de Canelinha fica sem coleta de lixo

10/05/22 às 16h16
Atualizado em 04/07/22 às 16h48
Visualizações: 663

Após o empresário Vilberto Agostinho Francisco ser encontrado morto em sua residência na madrugada do último sábado (07), com um tiro na cabeça, a cidade de Canelinha ficou sem a coleta de lixo durante todo o fim de semana.

Há suspeita que o empresário tenha cometido um atentado contra a própria vida, mas as investigações seguem na tentativa de esclarecer o caso. O empresário tinha 57 anos e era o único dono da empresa responsável pela coleta de lixo na Capital das cerâmicas.

Em relação a coleta de lixo da cidade, o prefeito Diogo Maciel (Republicanos) disse que o problema deve se estender pelos próximos dias até o lançamento do edital e contratação de outra empresa através de uma nova licitação.
Ele era o único proprietário da empresa. Ela agora se extingue e a gente vai precisar fazer uma nova licitação. Vamos fazer uma contratação de emergência, a princípio, e depois vamos fazer uma nova licitação para conduzir esses trabalhos de coleta, triagem e destinação do lixo. A gente vai ter atraso na coleta”.

Diogo Maciel-Prefito de Canelinha

O empresário foi o vereador mais votado e presidente da câmara de vereadores de Angelina em 2000. Ele foi enterrado na tarde do último sábado (07), no cemitério Municipal de Angelina no bairro Garcia.

Vilberto Agostinho Francisco também era o responsável pela coleta de lixo de Rancho Queimado. Ele deixa três filhos, um menor e dois adultos.

 

 

Fonte: Topelegance