Polícia Militar fiscaliza caminhões que transportam madeiras em São João Batista

29/04/22 às 17h17
Atualizado em 21/05/22 às 04h07
Visualizações: 2318

 

Desde o início da semana, a Polícia Militar de São João Batista tem intensificado a fiscalização sobre caminhões que transportam toras e madeira bruta no trecho urbano da cidade, principalmente quanto à altura da carga, que tem gerado várias reclamações e danos na fiação de energia elétrica, telefonia e internet.

Durante a abordagem são fiscalizados itens previstos na Resolução 917/22 do CONTRAN, como painéis dianteiro e traseiro da carroçaria, escoras laterais metálicas (fueiros), amarração com cabos de aço ou cintas de poliéster e, caso a carga esteja disposta no sentido transversal, é obrigatório ainda ter cantoneiras de metal em toda extensão da carga dentre outros.

A carga não pode ser projetada pra fora dos limites da carroceira, tanto para os lados ou pra cima e, além disso, mesmo que a altura máxima da carga não atingiu o limite permitido de 4,40m, ela deve estar no máximo até a altura do painel dianteiro da carroceria do veículo. Das dezoito abordagens durante a semana, quatro caminhões foram flagrados com a carga irregular, falta de equipamentos e receberam as autuações.

O valor de cada multa pode chegar até R$ 293,47 além da retenção do veículo para transbordo da carga excedente e a pontuação na CNH do motorista. O objetivo da Polícia Militar não é autuar os motoristas, porém, em razão dos transtornos que esse tipo de transporte vem causando nos últimos anos, a partir de agora as abordagens serão rotineiras e, tanto o veículo quanto o motorista serão alvos de fiscalização.

 

Fonte: Visor Notícias