Porto Belo: Homem é preso após invadir residências com crianças e idoso em tratamento de câncer

21/09/23 às 17h17
Atualizado em 11/07/24 às 01h21
Visualizações: 232

Foto: RedesSociais/Divulgação

Moradores viveram momentos de terror na manhã desta quinta-feira, 21 de setembro, quando um homem invadiu uma residência na Rua Canoinhas, no Balneário Perequê, em Porto Belo. A vítima, uma mulher de 34 anos, se trancou no quarto junto com suas filhas pequenas, enquanto o criminoso vasculhava a casa.

O fato ocorreu por volta das 7h30, quando a vítima percebeu a invasão e rapidamente buscou refúgio no quarto com suas filhas. Elas ouviram todos os detalhes da ação do invasor, incluindo o momento em que ele tentou abrir a porta da suíte.

 

Antes da chegada da polícia, o invasor fugiu da residência pulando os fundos do terreno, que tem saída para a rua Wilson Belber. No entanto, ele não conseguiu escapar ileso, pois populares conseguiram detê-lo na rua Wilson Belber.

Neste ponto, o suspeito invadiu outra residência, onde entrou em confronto físico com as vítimas, um casal. A mulher, de 58 anos, relatou que o homem invadiu seu terreno pelos fundos, vindo da rua Canoinhas, e entrou em sua casa, surpreendendo ela e seu marido de 74 anos nas dependências.

A mulher descreveu que entrou em uma luta corporal com o invasor, pois seu marido está em tratamento de câncer e tem pouca força. Ela resistiu quando o homem tentou arrancar seu telefone celular, o que resultou em agressões e escoriações em seu braço direito.

A vítima gritou por socorro, e vizinhos intervieram, conseguindo conter o suspeito. O marido, devido à debilitação causada pelo tratamento do câncer, também sofreu escoriações no braço direito ao tentar ajudar sua esposa.

Ao retornar à residência da primeira vítima, a polícia constatou que uma porta foi arrombada. A mulher, enquanto estava trancada no quarto, conseguiu fotografar o autor no telhado da garagem enquanto ele tentava fugir para o terreno dos fundos.

O criminoso, um homem de 21 anos, afirmou ser usuário de cocaína e alegou que pessoas o estavam perseguindo para matá-lo. Ele estava ferido, com um corte no dedo mínimo da mão direita, ocasionado ao invadir a primeira residência.

Diante dos fatos, o suspeito foi conduzido à delegacia de polícia civil de Porto Belo, onde foi apresentado ao plantão policial para as devidas providências legais.

 

Fonte: Vipsocial

Getsites