Vendedora de cocadas de Tijucas perde movimento da mão e não pode mais trabalhar

18/06/24 às 18h18
Atualizado em 04/07/24 às 10h18
Visualizações: 212

Foto: Divulgação

Célia Aparecida, de 56 anos, é conhecida por seu trabalho vendendo pano de prato e cocadas no semáforo do túnel próximo à BR-101, em Tijucas. No entanto, devido a problemas de saúde, ela não consegue mais trabalhar.

Célia foi diagnosticada com fibromialgia e síndrome do túnel do carpo, o que lhe causa fraqueza nas pernas e a perda dos movimentos da mão esquerda. Ela está aguardando uma cirurgia.

Atualmente, Célia vive no bairro Jardim Progresso com seus dois cães. Ela recebe o Bolsa Família, mas o valor não é suficiente para cobrir todas as despesas. Amigos e familiares têm ajudado a pagar o aluguel quando possível.

Para arrecadar fundos, Célia está vendendo rifas a R$ 10,00 cada. Os prêmios são uma bicicleta (1º prêmio), uma batedeira (2º prêmio) e um liquidificador (3º prêmio). O sorteio será realizado no dia 11 de agosto de 2024.

Interessados em adquirir as rifas ou colaborar com doações podem entrar em contato pelo telefone (48) 99967-0781. Doações também podem ser feitas via PIX para o número (48) 99967-0781, em nome de Célia Aparecida Strapasson Gigerl.


 

Fonte: Jornal Razão

Getsites