Vereador solicita distribuição de repelente para estudantes de escolas públicas de Tijucas

04/03/24 às 19h19
Atualizado em 02/04/24 às 18h41
Visualizações: 111

O vereador Cláudio do Jornal enviou ofícios para órgãos municipais e estaduais pedindo que o item seja entregue aos alunos das escolas públicas, que atendem população com menor renda

A recente explosão de casos de dengue em Santa Catarina tem preocupado as autoridades e deixado a população em alerta. De acordo com as autoridades sanitárias, uma das medidas importantes para evitar a contaminação é o uso de repelentes. No entanto, a aquisição do produto pode ser difícil para as famílias com menor renda. Pensando nisso, o vereador Cláudio do Jornal enviou solicitação a órgãos estaduais e municipais pedindo que o item seja distribuído aos alunos das escolas públicas de ambas esferas, onde estudam predominantemente os alunos em situação de vulnerabilidade social.

O parlamentar enviou ofícios às secretarias municipal e estadual de Educação e à deputada estadual Luciane Carminatti, que é representante da causa da educação na Alesc, solicitando a distribuição de repelentes para os alunos das redes municipal e estadual de ensino. A proposta do vereador é que, através das escolas, sejam beneficiadas as famílias que têm maior dificuldade para adquirir repelentes e, portanto, estão mais suscetíveis à contaminação pela doença.

De acordo com o Boletim Epidemiológico da Prefeitura de Tijucas, o município já tem mais de 400 casos registrados da doença e, portanto, todos os esforços são importantes para combater a sua disseminação, defende o vereador Cláudio do Jornal. “Temos visto as autoridades indicarem a utilização de repelente para espantar o mosquito transmissor da doença. Mas precisamos pensar nas pessoas que não têm condições de comprar o produto, que é caro e acaba rapidamente numa família com várias pessoas utilizando diversas vezes ao dia, como recomendado. Distribuir o item nas escolas é pensar estrategicamente e alcançar esse público mais vulnerável, contribuindo para evitar o aumento do contágio e a sobrecarga do sistema de saúde”, argumenta o parlamentar.

Texto e Foto: Acessoria /Divulgação

Getsites